válvula solenoide

Válvula Solenoide

A válvula solenoide diz respeito a uma válvula eletrônica controlada. Ela tem esse nome, carregado do “solenoide”, porque o seu componente principal é uma bobina elétrica que possui um núcleo ferromagnético móvel em seu centro, esse núcleo é chamado de êmbolo.

Dentro de um movimento de repouso, o êmbolo “protege” tampando um pequeno espaço por onde é possível circular um fluído.

Quando uma corrente elétrica e movimenta por meio da bonina, essa corrente faz nascer um campo magnético que por essa circulação exerce uma força direto no êmbolo. O resultado é que o êmbolo é puxado em sentido ao centro da bobina de forma que o orifício se abre, sendo esse o princípio inicial utilizar para fechar e abrir uma válvula solenoide.

Essa válvula aparece entre os componentes mais usados nos circuitos líquido e de gás dentro das indústrias de todo o mundo, e podemos afirmar que a quantidade de aplicações para esse dispositivo é praticamente infinita.

Alguns exemplos da utilização da válvula solenoide incluem os sistemas de tecnologia de ar comprimido, de aquecimento, de automação industrial, sistemas de aspersão para piscinas, nas máquinas de lavar, nos equipamentos odontológicos, sistemas de irrigação e outros.

As funções da válvula solenoide

Como já vimos, a válvula solenoide pode ser utilizada para diferentes funções, para fechar, distribuir, dosar e até misturar o fluxo de líquido ou gás, o seu propósito específico é expressado pela sua função de circuito. Exemplo: A válvula de 2/2 vias possui duas portas, a de entrada e a de saída, e duas posições, pode ser a aberta ou a fechada.

Uma válvula de 2/2 pode ser colocada como “normalmente fechada”, ou seja, fechada em forma desenergizada, e “normalmente aberta”, aberta em forma desenergizada.

Um outro modelo de válvula é a de 3/2 vias, possuindo três portas e duas posições, exatamente por possui três portas, oferece a funcionalidade de modificar entre dois circuitos.

As válvulas de 3/2 vias podem possuir uma função diferente das que já conhecemos (normalmente abertas e normalmente fechadas), obtendo também uma função no estilo universal ou desviadora.

Outras combinações de válvulas dentro de uma única construção são válidas, por essa razão, foram construídos símbolos para expressar qual é a função do circuito de uma válvula pré determinada.

É possível encontrar facilmente alguns exemplos mais comuns das funções de circuito em uma pesquisa básica.

Lembre-se sempre que a função de circuito de uma válvula é marcada em duas caixas retangulares enquanto estado desenergizado, lado direito, e estado energizado, lado esquerdo. As setas dentro da caixa demonstram o caminho do fluxo entre as portas da válvula.

A válvula solenoide com operação direta tem um princípio de funcionamento mais simples quando comparado com outros estilos de operação. Dentro desse tipo, o fluido corre por meio de um pequeno orifício que pode ser tampado por um êmbolo com uma ligação de borracha no local inferior. Em tudo isso há uma pequena mola que prende o êmbolo para baixo fechando a válvula.

Por sua vez, o êmbolo é constituído por um material ferromagnético que possui bobina elétrica colocada em seu entorno.

Quando a bobina é energizada, gera um campo magnético que puxa o êmbolo para a parte superior, direcionado ao centro da bobina. Esse processo é responsável para a abertura do orifício permitindo a passagem do fluido. Não esqueça que esse funcionamento é destinado a válvula geralmente fechada.

 

Clikss Brasil
Subscribe To Our Newsletter
Subscribe To Our NewsletterJoin our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

Obrigado por inscrever-se

× Como posso te ajudar?